Câncer e COVID-19: Atenção redobrada!

O Coronavírus é uma doença que causa infecção respiratória, trazendo preocupação em todo o mundo por sua fácil transmissão, afetando, principalmente, quem tem um sistema imunológico fragilizado tendo o risco de desenvolver de forma mais grave, como os pacientes oncológicos que dependendo do estágio do seu tratamento podem se encaixar no grupo de risco.

Na maior parte dos casos o paciente se recompõem de forma espontânea, sendo os sintomas iniciais mais comuns: febre, cansaço e tosse seca, podendo haver congestão nasal, dores no corpo, dor de garganta e diarreia, devendo ser observado e tratado casa. Havendo persistência de febre, tosse e dificuldade respiratória o paciente deve se dirigir ao hospital para buscar assistência médica.

A principal forma de contágio é por contato físico com pessoas infectadas, através de gotículas do nariz (espirro e coriza) e boca (tosse e respiração), e superfícies contaminadas, onde a pessoa toca e depois levar a mão a boca, olhos ou nariz.

Os principais cuidados são:

– Deve evitar sair de casa;
– Manter distância das pessoas ao sair de casa, por pelo menos 1 metro;
– Lava bem as mãos com frequência e atenção, por 20 minutos com água e sabão ou higienizar com álcool em gel;
– Não levar as mãos ao rosto;
– Ao tossir e/ou espirrar, cobrir sua boca e nariz e se higienizar na sequência;
– Cobrir a boca e o nariz com máscaras;
– Evitar contato físico;
– Não compartilhar objetos pessoais;
– Higienizar objetos e superfáceis tocados com frequência;

Recomendações a pacientes oncológicos do Hospital da FAP

Apesar da frequência de pacientes oncológico ser diagnosticado com o COVID-19 ser pequenas, é necessário cuidado e uma atenção maior, como citado anteriormente, porém seu tratamento não deve ser interrompido, apenas se houver recomendação médica.

Só serão atendidos no serviço ambulatorial os pacientes que estão em tratamento de quimioterapia e pacientes de consulta para 1° vez. Para aqueles que passaram por cirurgia, realizou biópsia e foi diagnosticado com doença oncológica, necessitando retornar ao oncologista, terá sua consulta agendada normalmente.

Para aqueles que já encerraram seu tratamento oncológico há mais de 1 mês deve ter os mesmos cuidados.

Buscar informação em fontes confiáveis é essencial.

Cuide-se. Essa luta é de todos nós!

Fonte:
Equipe de CCIH – Hospital da FAP
https://www.inca.gov.br/perguntas-frequentes/cancer-e-coronavirus-covid-19